29.1.15

UMA PEÇA, CINCO LOOKS | 5 PROJECT

Oláaaaarrrrr !! Depois de ter durado somente dois meses ( lágrimas ) o 5 project voltou e com novas meninas. Eu e a Vitória continuamos, mas agora contamos com a companhia da Jo, da Carolina e da Melina. Breve explicação para quem não sabe do que se trata o projeto: bom, basicamente nós cinco vamos escolher um tema todo mês e postar algo sobre isso, podendo ser em forma de vídeo/foto/etc. Simples assim !! O nosso desafio no mês de janeiro foi escolher uma peça e montar cinco looks diferente com ela. Eu escolhi um cropped branco. Abaixo segue o resultado: 


Links para o post das outras meninas:

Muito obrigada a senhorita Jo que me ajudou a filmar!! Espero que gostem do resultado e 
continuem acompanhando o projeto.

Beijinhos beijinhos e até o próximo post!

18.1.15

15 FILMES/SÉRIES PARA ASSISTIR NAS FÉRIAS.

Boa tarde, internet! Não sei como estão as férias de vocês, mas as minhas podem ser resumidas em filmes, séries, youtube, preguiça e comida. Como eu sei que não sou a única que ama o Netflix com todas as forças do universo, resolvi fazer um post indicando alguns filmes/séries que eu gosto bastante para vocês se divertirem ~ sem sair de casa ~ nessas férias. Espero que seja útil!

Obs 1: coloquei uma estrela () ao lado dos filmes/séries/reality show que estão disponíveis no Netflix.

Obs 2: fazendo essa lista percebi que gosto de assistir algumas coisas que podem ser perturbadoras para alguns, então coloquei um coração () ao lado dos filmes que não contém gente morrendo / sangue / órgãos expostos e cenas que possam deixar alguns desconfortáveis. 

Obs 3: clicando no título de cada filme você pode ler a sinopse no Filmow + comentários :)




6.1.15

FACULDADE, DRAG QUEENS E AUTO ESTIMA.

                     

Três tópicos totalmente distintos, não?  Eu juro que no final vai fazer sentido.

 Acredito que uma parte de vocês já deve ter passado por isso ( e a outra ainda vai passar ) : vocês já perceberam como é bizarro essa passagem da escola para faculdade? É como entrar em um colégio novo onde ninguém te conhece, mas vinte vezes mais assustador. É uma oportunidade de começar do zero, de mudar quem você é. Eu comecei a pensar nisso nessas últimas semanas. Pensar em quem eu queria ser, o que eu vou mudar em mim em 2015, etc. Ontem de madrugada uma verdade me atingiu: eu só quero ser eu mesma. E quem não quer? Sophia, isso é meio óbvio. Eu sei, eu sei, mas não é tão simples assim. O meu instagram é o reflexo disso tudo. Quantas vezes vocês já viram eu mudar o estilo do meu feed? A novidade agora é que resolvi adotar o estilo minimalista. Falhei. Desisti de tentar no instagram e fui fazer isso com o meu quarto. Falhei. Isso não significa uma certa resistência em tentar mudar, significa que aquilo não era Sophia. Eu gosto de purpurina. Eu gosto de colar fotos/posters/desenhos pelas paredes. Eu gosto de expor todos os meus livros pelo quarto. Eu gosto da bagunça que ele fica quando eu resolvo pintar e sujo o chão de tinta. Eu gosto das vezes que a minha mãe me xinga porque eu espalhei purpurina pela casa inteira. A verdade é que eu gosto desse caos que é a minha cabeça/quarto/estilo. Eu gosto de me “montar” para ir para o colégio. Eu gosto de usar batom vermelho, roupas pretas, jaqueta de couro e sapato de travesti. Eu gosto de sobrancelhas bem marcadas. Agora uma pergunta: se eu sei que gosto de tudo isso, por que estou tentando ignorar e ser outra pessoa? Eu não sei direito a resposta para essa pergunta, mas querem saber o meu maior medo de verdade esse ano? Tenho medo de chegar no primeiro dia de aula na faculdade e ser ultra julgada/excluída por causa do meu jeito não discreto de vestir. Eu juro que eu não era assim. Acho que essa ideia de faculdade me assusta porque no colégio todo mundo já tinha se acostumado com a minha pessoa e agora ninguém me conhece e posso acabar passando a impressão errada. Dito isso, aqui vai uma meta para 2015: vou usar batom vermelho sim. Vou ir de salto sim. Vou ser gótica e emo sim. Eu posso e eu vou.

Ainda dentro de todo esse assunto de “auto estima”, em 2014 aconteceu provavelmente uma das melhores coisas da minha vida: comecei a assistir RuPaul’s Drag Race. Essa minha obsessão por drags e muita purpurina não começou ano passado, na verdade ela existe há um tempo relativamente grande. Enfim, mas hoje eu quero focar nesse programa em especial. Sempre me perguntam o porquê de todo esse meu amor por drags. O motivo é bem simples: a mensagem que elas transmitem para mim é incrível. Ano passado quando comecei a assistir me deparei com essa criaturinha simpatizante ( que ilustra o começo do post! ) e que me cativou desde o momento em que ela entrou na sala do programa: senhorita Adore Delano. Socorro. Vocês não imaginam o quanto ela mudou o modo que eu olhava para a minha própria pessoa. O signo ( “I’m a fucking Libra” ) e um amor gigante por pizza não eram as nossas únicas características em comum. Para vocês que não conhecem: a Adore não é aquela típica drag queen super feminina com cinturinha, corpão invejável e um estilo impecável. Ela é exatamente o oposto disso. Ela claramente não se encaixava e era julgada por isso, mas – SPOILER – surprise surprise! Olha quem acabou entre as três finalistas? – FIM DO SPOILER - A atitude é o que eu mais admiro nela. Ela é aquele tipo de pessoa que, independente da aparência, vai te conquistar pelo jeito de ser e é exatamente isso que eu quero para mim mesma. Ela sabe que ela é fabulosa e não liga para o que os outros dizem sobre ela. Adivinhem? Quando eu crescer quero ser Adore Delano. Eu já me vesti de drag algumas muitas vezes e eu simplesmente me amo quando eu faço isso. Eu amo me fantasiar e eu suspeito que uma das principais razões para isso é que eu me sinto muito mais confortável na pele de outra “pessoa” muito mais fierce do que eu, porém uma das coisas que a Adore me mostrou é que eu devo ser eu mesma. Por que não? E dai que vão me achar estranha? Contanto que eu esteja de bem comigo mesma é isso que importa.

 Metas para 2015? Ser mais Sophia, ter mais autoconfiança e tentar inspirar pelo menos uma pessoa com isso da mesma maneira que a Adore fez comigo. E para terminar, mais um lembrete aprendido em RuPauls Drag Race:

If you don't love yourself, how in the hell you gonna love somebody else?

2.1.15

B&W LOOKBOOK.

"Vou fazer um lookbook todo preto e branco!" disse a Sophia super animada e iludida esquecendo totalmente de que o seu lado gótica era mais forte do que ela. Enfim, espero que vocês gostem do primeiro vídeo do ano. Ahh e me contem nos comentários o que mais vocês querem ver aqui no blog para eu aproveitar as férias e gravar mil vídeos para vocês!




Qual foi o seu look favorito?
Beijinhos beijinhos.